Zagueiro diz que o Santos foi prejudicado ao longo do Brasileirão

Após o empate contra o Avaí na última rodada do Campeonato Brasileiro, as chances do Santos de conquistar uma vaga na Copa Libertadores se tornaram praticamente nulas. Portanto, muito provavelmente o Peixe terá que se contentar em disputar a Copa Sulamericana. E na visão do zagueiro Eduardo Bauermann, a vaga para a Libertadores pode ser prejudicada pelo fato de que o alvinegro praiano foi prejudicado ao longo do campeonato.

“Fomos muito prejudicados pela arbitragem neste campeonato. Acho que justo não será se não nos classificarmos para a Libertadores, mas vamos focar nos nossos objetivos e buscar (a classificação) até o final”, afirmou o zagueiro santista após o empate contra o Avaí.

No entanto, Bauermann também disse que não irá abrir mão de lutar por uma vaga na Libertadores: “Se não vier essa vaga para a Libertadores, ano que vem vamos dar o nosso melhor na Sul-Americana para buscarmos o título. Vamos buscar sempre objetivos maiores e dar o nosso melhor para brigarmos por títulos”.

Qual o dossiê de lances prejudiciais ao Santos em 2022?

No dia 26 de outubro, o Santos Futebol Clube publicou em suas redes sociais um vídeo com lances em que o clube teria sido prejudicado por decisões da arbitragem em partidas válidas pelo Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil nesta temporada.

O vídeo foi postado no dia seguinte da derrota do alvinegro praiano para o Flamengo por 3 a 2, em jogo que ficou marcado pela não marcação de um pênalti a favor do Santos. O lance sequer teve revisão do VAR, e os responsáveis pelo erro foram afastados pela CBF.

Além do lance contra o Flamengo, uma das primeiras decisões contestadas no vídeo aconteceu já na primeira rodada do Brasileirão, em partida contra o Fluminense. A partir terminou no placar de 0 a 0, e nos minutos finais da partida, o árbitro não deu um possível pênalti no atacante Ângulo. O lance sequer foi revisador no árbitro de vídeo.

Depois, em duelo entre Peixe e Coritiba, é mostrado um pênalti não marcado em Madson cometido por Alef Manga, no confronto válido pela 3ª fase da Copa do Brasil. Pelo Brasileirão, em outro confronto entres as duas equipes, o alvinegro reclama de um pênalti marcado a favor do Coritiba, após um possível contato de Vinícius Zanocelo com o meia Andrey.

Em confronto contra o Ceará, pela sétima rodada, uma decisão também foi contestada. O alvinegro praiano chegou a marcar um gol com Léo Baptistão, porém o mesmo acabou sendo anulado por conta de uma possível falta de Jhojan Julio no início da jogada. O lance ainda teria tido uma disputa de bola, que gerou uma nova jogada.

O vídeo também mostra um possível erro em partida contra o Red Bull Bragantino, onde o Peixe reclamou de um lance envolvendo o zagueiro Eduardo Bauermann. O atacante Popó acertou o defensor e recebeu apenas cartão amarelo, em jogada que, segundo o alvinegro, era para expulsão. Na ocasião, o VAR sequer chamou o árbitro para olhar o lance no monitor.

Já na 33ª rodada, em clássico contra o Corinthians, a expulsão de Lucas Barbosa foi contestada. O atacante recebeu o cartão amarelo após fazer “falta” no goleiro Cássio. No entanto, o jogador santista já havia colocado o pé no chão e diminuido a velocidade antes do contato.