Qual a origem do Mascote do Santos?

É possível afirmar que “Peixe” pode ser considerado o principal apelido do Santos Futebol Clube. O nome surgiu no ano de 1933, segundo Guilherme Gomez Guarche, historiador do clube. 

“Sempre que o Santos viajava para jogar em São Paulo, a torcida adversária chamava os torcedores do Santos de ‘peixes podres’, ‘peixeiros'”, afirmou o historiador. 

Por isso, a torcida alvinegra adotou o nome para si como forma de rebater as provocações. No entanto, ao acompanhar as partidas na Vila Belmiro, é possível ver que o mascote do clube é na verdade uma baleia orca. 

A figura da orca surgiu depois do “Peixe”, já na década de 50. O cartunista Messias de Melo, do jornal “A Gazeta”, fez um desenho de uma baleia como símbolo do clube, por ser um animal mais forte e imponente que o peixe. 

A ilustração se popularizou entre os torcedores santistas e o animal passou a ser associado com frequência ao clube. 

Mas foi apenas em 2006 que o Santos criou a famosa dupla de orcas Baleinha e Baleião, que anima a torcida antes e durante os intervalos das partidas até hoje. Em 2011, o Estatuto do clube oficializou a orca como o mascote oficial do Alvinegro Praiano.