Você não vai acreditar em quem apareceu para desejar forças ao Neymar

A lesão de Neymar Júnior foi um baque para o mundo do futebol, o camisa 10 brasileiro convive com problemas físicos, mas nunca havia se machucado tão gravemente, o jogador rompeu o LCA (Ligamento cruzado anterior), e deve ficar fora dos gramados por, pelo mesmo, seis meses.

Dentre as pessoas que desejaram melhoras ao atacante, está o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ednaldo Rodrigues. 

“O futebol brasileiro e mundial precisa de Neymar bem e recuperado, porque o futebol fica mais alegre quando ele está em campo. Neymar pode contar com a minha amizade e também com todo o apoio da entidade”, disse o presidente da CBF.

Neymar recebe apoio de importante dirigente

De acordo com o narrador José Carlos Araújo, Neymar e Ednaldo tiveram uma séria discussão após a partida contra a Venezuela, pela terceira rodada das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2026.

O camisa 10 do Brasil teria se irritado após ser atingido por um saco de pipoca, lançado por um torcedor brasileiro.

“Depois de terminar o jogo, quando o Neymar foi saindo do gramado e levou aquele saco de pipoca, naquele corredor que dá acesso ao vestiário, ele cruzou com o presidente da CBF e foi xingando, mandando tomar naquele lugar, filho disso, filho daquilo… e que não deveria trazer a gente (Seleção) para esse lugar para se sujeitar a essas coisas e ser agredido pelo público”, relatou o narrador.

Neymar estava muito nervoso dentro de campo e, para muitos, o craque brasileiro estava tentando forçar o segundo cartão amarelo, que iria lhe suspender para a partida contra o Uruguai, fora de casa. Por ironia do destino, foi justamente na partida em Montevidéu, que o jogador sofreu a lesão mais grave de sua carreira.

O Brasil e o Al Hilal terão que lidar com a ausência de Neymar por, pelo menos, seis meses, o time da Arábia Saudita estuda entrar na Fifa para receber uma indenização, já que seu atleta se lesionou atuando por sua seleção e não pelo clube.