Você lembra do colombiano Usuriaga no Santos?

Em 1996, o Santos buscava um substituto para sua estrela Giovanni, que havia se transferido para o Barcelona. Foi então quando o clube contratou uma das principais estrelas colombianas do futebol sulamericano na época, Alberto Usuriaga.

O atacante colombiano havia sido o algoz do Peixe nas Supercopas da Libertadores de 1994 e 1995, e foi apresentado na Vila Belmiro como uma grande estrela. A primeira impressão deixada pelo atacante com a camisa santista foi boa: em dois amistosos preparatórios para o Campeonato Brasileiro, ele marcou três gols.

Porém, um pequeno detalhe dificultou o início de Usuriaga no Santos. O Independiente, ex-clube do jogador, não enviava os documentos para a conclusão da transferência por empréstimo, e passou a pedir uma quantia não prevista ao Peixe.

Isso atrasou a estreia do colombiano no Brasileirão, mas a CBF, mesmo sem a papelada, liberou o jogador para atuar na competição. Usuriaga realizou sua estreia em uma partida contra o Fluminense, válido pela quarta rodada. O atacante não teve uma boa atuação, mas o alvinegro acabou vencendo por 1 a 0.

No entanto, o problema com a documentação voltou à tona após o fim da partida. A licença concedida pela CBF, na verdade, não liberava o jogador para disputar uma partida. Foi aberta uma denúncia contra o Peixe, pedindo a perda de pontos do jogo contra o Fluminense.

Com medo de mais problemas, o alvinegro praiano não escalou mais Usuriaga, optando por esperar a documentação chegar. No entanto, a papelada nunca veio, e o Independiente continuou insistindo que o Peixe pagasse uma quantia pelo atleta colombiano. Diante disso, o Santos desistiu do jogador, que foi liberado e voltou para o time argentino.

Usuriaga, que jogou pela Seleção Colombiana entre 1989 e 1995, encerrou sua carreira em 2003, passando por clubes como Millonarios, Deportivo Pasto, Sportivo Luqueño (Paraguai). O jogador foi assassinado de maneira trágica em Cali, em 2004, por dívida em jogos de azar.