Vitória do Água Santa na Vila deixou o Santos em situação constrangedora

Nesta segunda-feira (20), o Água Santa levou exatas 11.507 pessoas na Vila Belmiro para assistir a classificação da equipe de Diadema-SP à final do Campeonato Paulista. A renda total foi de R$ 373.290.

Entretanto, o número de torcedores presentes na Vila para o duelo do Água Santa acabou fazendo o Santos passar ainda mais vergonha, como se já não bastasse a eliminação na fase de grupos do estadual pelo terceiro ano consecutivo.

Isto porque a média de público do Santos no Paulistão é de 10.491, com a renda média de R$ 477.210. O Peixe ainda foi o mandante da partida contra a Ferroviária, mas escolheu jogar no estádio do Canindé. Logo, não se inclui na comparação acima.

Final na Vila Belmiro

Após vencer o Red Bull Bragantino nos pênaltis, a equipe de Diadema está classificada para a grande final do Paulistão, e enfrentará o Palmeiras em duelos de ida e volta.Por ter a melhor campanha, o Alviverde irá decidir em casa, jogando no Allianz Parque.

Logo, a partida de ida terá o mando do Água Santa. Contudo, não poderá ser no Estádio Distrital Inamar, sua própria casa, visto que o local não tem capacidade mínima de 10 mil pessoas para receber duelos eliminatórios do Paulistão. Diante disso, há o desejo interno da partida ser realizada na Vila novamente, de acordo com o próprio técnico Thiago Carpini.

“Se pudesse jogar na nossa casa, seria perfeito, mas não podemos. A Vila me lembra bom futebol, alegria. Tem uma mística de um bom jogo de futebol. É a casa do Santos, gosto disso. Se puder jogar aqui sempre, excelente” , disse o treinador.

Apesar de não ter sido confirmada, as finais do Campeonato Paulista devem acontecer nos dias 2 e 9 de abril.