Vice-presidente surpreende e revela que Santos tentou contratar o maior artilheiro do PSG

Em uma enorme crise interna no início desta temporada, o Santos vem correndo contra o tempo para anunciar a chegada de mais reforços até esta sexta-feira (10), prazo limite para a inscrição de novos atletas na Lista A do Campeonato Paulista.

E buscando contratar um jogador de nome, o Santos busca contar com o centroavante uruguaio Edinson Cavani, de 35 anos, que atualmente defende as cores do Valencia, da Espanha. A informação foi confirmada pelo próprio vice-presidente do clube, José Carlos de Oliveira.

Durante a reunião do Conselho Deliberativo do Santos, nesta segunda-feira (6), que contou com a presença dos conselheiros, dos membros do Comitê de Gestão e do presidente Andres Rueda, José Carlos de Oliveira admitiu a possibilidade do maior artilheiro da história do Paris Saint-Germain vestir a camisa do Peixe. “ Estamos tentando o Cavani. Ainda não se deu por encerrado”, revelou.

De início, o cartola deu a entender que o clube ainda estava tentando contratar o jogador, mas ao ser questionado novamente, explicou e detalhou a situação da negociação com o craque.

 “O Cavani, não estamos negociando. O que fizemos foi ligar para o Cavani e perguntar: “tem a possibilidade de vir para cá?”. Isso foi feito com o Cavani. Agora, dizer que estamos contratando o Cavani, não é nada disso. O que eu disse não é que estamos contratando o Cavani. Fizemos uma proposta para ele vir. Agora, a mídia vai entender do jeito que quiser. Nós fizemos uma proposta para ele e para outros que não deram certo”, revelou.

Entrave no negócio

Entretanto, a contratação é vista como quase impossível. O jogador ainda tem contrato com o Valencia por mais um ano e meio,  e seu salário é fora da realidade financeira atual do Santos. 

Titular da equipe espanhola, Cavani atuou em 16 partidas no ano e conta com sete gols marcados. O atacante também recebeu sondagens do Grêmio no passado, que atualmente conta com seu compatriota Luís Suárez.