Sul-Americana nem começou e o Santos já tem jogador suspenso

Nesta segunda-feira (27), a Conmebol realizou o sorteio da fase de grupos da Copa Sul-Americana de 2023, e o Santos conheceu seus adversários, que serão o Newell’s Old Boys (Argentina), Blooming (Bolívia) e Audax Italiano (Chile). Entretanto, mesmo sem ter começado a competição, o Peixe já terá um desfalque importante: o volante Rodrigo Fernández.

O uruguaio levou um cartão vermelho no último duelo do Peixe na competição, em 2022, na derrota nos pênaltis para o Deportivo Táchira, da Venezuela, na Vila Belmiro. Além da eliminação no torneio, o resultado negativo culminou na demissão de Edu Dracena e Fabián Bustos.

Rodrigo iniciou 2023 com uma lesão muscular no reto femoral da coxa direita. O atleta era considerado um xodó da torcida do Peixe na última temporada, mas ainda luta diariamente para garantir seu espaço como titular na equipe comandada pelo técnico Odair Hellmann.

Entre Campeonato Paulista e Copa do Brasil, Rodrigo Fernández atuou em sete duelos nesta temporada até agora. Entretanto, não vinha sendo titular, visto que Sandry e Dodi vinham sendo as primeiras opções do treinador.

Substituto do volante

Ele só retomou a sua condição de iniciar entre os onze após a goleada em cima da Portuguesa, na Vila Belmiro, quando Sandry acabou sofrendo uma fratura em sua face. Sem Rodrigo e, muito provável que Sandry também não jogue, Odair Hellmann deve escalar Camacho na função, ou mesmo promover a reestreia de Alison, contratado em fevereiro que já está recuperado de uma lesão sofrida no ano passado.

O Santos estreia nesta edição da Copa Sul-Americana diante do Blooming, da Bolívia, fora de casa, já na próxima semana, entre os dias 4 e 6 de abril.