Santos vai reencontrar velho conhecido contra a Ferroviária

O técnico Elano, ídolo do Santos, voltou à Ferroviária menos de um ano após sua demissão. O treinador deu sinal positivo ao  clube de Araraquara na tarde desta quinta-feira (26), e já comandará o time no lugar de Vinícius Munhoz, demitido depois  da derrota para o Red Bull Bragantino, a terceira seguida no Campeonato Paulista de 2023.

Com 41 anos, Elano irá disputar pela terceira vez seguida o Paulistão pela Locomotiva. De acordo com a assessoria do treinador e informações do Globo Esporte, seu contrato é válido até o fim do estadual  de 2024. Logo, é possível ver que o clube confia nele para disputar a Série D do Campeonato Brasileiro na sequência deste ano.

A primeira passagem do técnico na Ferroviária durou quase um ano, precisamente 11 meses. Foram 39 partidas, com 18 vitórias, 14 empates e sete derrotas. Sob o comando do treinador, a equipe chegou às quartas do Paulista de 2021, da Série D de 2021 e do Troféu do Interior, seu último campeonato pelo time, em março de 2022. Conta com um aproveitamento de 58%.

Seu último trabalho foi no Náutico, em meio a complicada campanha do time pernambucano na Série B do Brasileiro. Dirigiu a equipe em apenas seis duelos, acumulando cinco derrotas e uma vitória. Também já treinou Santos, Inter de Limeira e Figueirense.

Concorrência e reencontro com o Santos

Familiarizado com a cidade, com estrutura do clube e com uma boa parte dos jogadores, Elano venceu as concorrências de Argel Fuchs e Adílson Batista, treinadores que também eram analisados para comandar o time de Araraquara neste ano. 

Na tarde deste sábado, Elano irá se reencontrar com o Santos, às 18h30, na Vila Belmiro, pela quinta rodada do Campeonato Paulista de 2023.