Santos simplesmente demitiu treinador por conta de garoto da base

Há 16 anos atrás, a diretoria do Santos chamou atenção após tomar uma atitude pouco comum no futebol tanto brasileiro quanto mundial. Por conta de uma jovem promessa, o time da Vila Belmiro acabou demitindo o técnico das categorias de base.

O jovem em questão trata-se de Jean Chera, que passou longe de ser o que se especulava na época. O motivo da demissão do profissional foi um desentendimento com a joia e, para não perder o garoto, o clube achou melhor tomar essa atitude.

Jean Chera

Ao lado de Neymar, o jogador era cotado para ser uma das maiores promessas da história do futebol mundial. Ele chegou a Baixada Santista com apenas dez anos e sempre foi tratado como uma das maiores revelações do clube. Aos 16 anos, ele firmou um acordo para assinar o seu primeiro contrato profissional com o Santos. Porém, o pai do jogador, Celso Chera, não concordou com a oferta alvinegra e seu filho deixou a Vila Belmiro.

Na sequência, Jean acumulou passagens por Genoa-ITA, Flamengo, Cruzeiro, Oeste e Cuiabá, mas nunca conseguiu clcançar o patamar que tanto falavam. Após rodar por diversos clubes brasileiros, ele opotou por desistir da carreira, em julho de 2016, com apenas 21 anos. Recentemente, em entrevista ao GE, o meia desabafou sobre “dar certo” no futebol profissional.

“O que é dar certo no futebol? É jogar uma Série A? É estar na Champions League, na Seleção? Ou é ajudar a família e se estabelecer financeiramente?”, comentou.

Além disso, ele também agradeceu ao Santos por ter sido seu primeiro clube na carreira, mesmo com alguns atritos em determinados momentos.

“Tudo o que consegui foi devido à minha chegada no Santos. Não seria nada sem o Santos. Não vou tirar a culpa do Santos, e também poderia ter me cuidado melhor. Mas não há nenhuma mágoa. Sou muito grato ao Santos.”