Santos quase aceitou proposta do Chelsea por Neymar

Em 2013, Neymar deixou o Santos rumo ao Barcelona, formando o que seria o histórico trio “MSN”, completado por Messi e Luis Suárez. No entanto, a história poderia ter sido diferente. Três anos antes do jovem atacante concretizar sua transferência para o clube catalão, outro gigante europeu ficou muito perto de contratá-lo: o Chelsea.

Em 2010, quando Neymar tinha apenas 18 anos e um ano de carreira como profissional, o Chelsea realizou fortes investidas para tentar assegurar a contratação da jóia do Peixe. Antes mesmo disse, o alvinegro praiano tinha recebido ofertas do West Ham, também da Inglaterra. No entanto, elas foram muito baixas e imediatamente recusadas.

Segundo a imprensa na época, o Chelsea ofereceu £20 milhões de euros (R$46 milhões de reais na época) por Neymar. De cara, o Santos recusou. O clube chegou até mesmo a postar uma nota oficial em seu site afirmando não ter “qualquer interesse em abrir negociação”.

No entanto, o time de Londres não deu o braço a torcer. Após a recusa inicial, os Blues “fecharam o cerco” para tentar adquirir o atleta. Dirigentes da equipe se reuniram com os agentes e o pai de Neymar, e a imprensa noticiou que oo acordo entre clube inglês e jogador estava praticamente selado, dependendo apenas do “ok” do Santos.

A nova proposta do Chelsea seria de £30 milhões de euros (R$68,1 milhões). O presidente do Peixe na época, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, avisou aos interessados que Neymar só sairia pela multa: €35 milhões (R$ 79,4 milhões). Porém, a proposta era próxima. Suficiente para fazer tanto o clube quanto o jogador considerá-la.

No entanto, por vontade do próprio Neymar, a oferta foi recusada. O jovem atacante preferiu continuar no Peixe, onde conquistaria o título da Libertadores no ano seguinte.