Santos não quis saber e assinou contrato de R$ 500 milhões

O Santos anunciou na tarde desta quarta-feira (24) quo acertou o primeiro contrato profissional do meia-atacante Pepê Fermino, da equipe Sub-17, com o clube. O vínculo com extensão de três anos foi firmado no CT Rei Pelé, na presença do presidente Andres Rueda.

No acordo, o Santos assegurou 100% dos direitos econômicos do atleta com multa estipulada em de € 100 milhões de euros (cerca de R$ 500 milhões de reais). Pepê é visto como uma promessa para o Santos. O Peixe possui grande bagagem de jogadores produzidos na base.

“Feliz em ter realizado mais esse sonho de criança, agradeço ao Santos por acreditar no meu potencial e no meu trabalho. Espero poder acrescentar mais e mais na história do Clube, ganhando muitos títulos e trazendo muita alegria à Nação Santista”, declarou o Menino da Vila de 16 anos.

Natural de Balneário Camboriú (SC), o Menino da Vila chegou ao Santos em 2018, aos onze anos de idade. Recentemente, participou dos títulos da Paulista Cup Sub-16 e da Copa Brasileirinho, da qual foi eleito o melhor jogador. Pepê falou sobre o sentimento de passar por mais uma etapa dentro de sua formação nas categorias de base do Peixe.

Ângelo não teve papas na língua e fez declaração sobre Flamengo

O atacante Ângelo, joia das categorias de base do Santos, teve proposta relevante para ir jogar no Flamengo, mas recusou a proposta e explicou por que preferiu continuar no Peixe para a temporada de 2023. Em entrevista a ESPN, o jogador contou que tem uma relação especial do com Santos.

Com proposta de R$ 66 milhões, Ângelo recusou ir jogar no Flamengo para não deixar o Santos na mão em um momento difícil. “Não poderia sair do jeito que as coisas estavam, sabe? É algo que não gosto de falar porque amo esse clube e sou grato por tudo. Optei por ficar pelo amor e respeito pelos torcedores. Também tenho uma identidade com o clube”, contou o atacante.