Santos fez 100 gols em uma edição do Paulistão e não foi campeão

Em 1927, o Santos se tornou o primeiro clube a fazer 100 gols em uma única edição do Campeonato Paulista. Com uma linha de frente formada por nomes como Omar, Camarão, Feitiço, Araken, Siriri, Hugo e Evangelista, o Peixe chegou ao expressivo número em apenas 16 partidas, com uma média de 6,25 gols a cada 90 minutos.

Além disso, o Alvinegro Praiano também tinha a quinta melhor defesa da competição, com 33 gols sofridos. No entanto, o mais curioso é o fato de que o time santista não se sagrou campeão daquela edição.

Se o Peixe tinha o melhor ataque, o Palmeiras conquistou o título com o que foi de maneira disparada a melhor defesa: 22 gols sofridos. Na 3ª rodada do quadrangular final, o time Alviverde derrotou o Santos por 3 a 2 e ficou com a taça, em plena Vila Belmiro.

Dos 100 gols santistas, 31 foram marcados por Araken, que sem surpresas terminou como artilheiro da competição. O campeão Palmeiras anotou 89 gols na competição. No total, 536 gols foram marcados em 91 partidas no campeonato, o que representa uma média de 5,89 gols por partida.

Números que ficam ainda mais absurdos quando se comparam com a última edição do Campeonato Paulista, em 2022: Em 109 partidas, foram anotados 259 gols, com médias de 2,38 tentos por partida. O artilheiro da competição foi Ronaldo, do Inter de Limeira, com nove gols. O melhor ataque do campeonato anotou 19 gols – em 1927, o pior ataque marcou a mesma quantidade.