Santos acerta para jogar no estádio da Portuguesa

Na última terça-feira (1), o Santos Futebol Clube fechou um acordo com a Federação Paulista de Futebol e irá mandar partidas no estádio do Canindé ano que vem. Jogar na capital acabou se tornando uma demanda financeira para o Peixe, já que existe uma arrecadação baixa com a venda de ingressos nas partidas realizadas na Vila Belmiro.

No entanto, para que o alvinegro praiano possa jogar no Canindé, será necessário reformas estruturais, já que o local ainda não está adequado para suportar partidas dos principais campeonatos nacionais. O presidente da Portuguesa, Antonio Carlos Castanheira, afirmou que as obras no estádio começarão em breve. Será necessário realizar melhoras na iluminação, gramado e vestiários.

“Já acertamos, assinamos o contrato. A Federação nos deu total apoio, com muita competência está organizando essa reforma, a parte da iluminação, vestiário, inclusive para atender o Santos em uma Sul-Americana. Esse contrato acabamos de assinar, eu, Rueda e o presidente da FPF, o Reinaldo. As obras vão começar na semana que entra, e o Santos deve jogar de quatro a cinco jogos no Canindé agora no Campeonato Paulista”, afirmou o presidente da Lusa.

As obras serão executadas pela FPF e arcadas pelos clubes, como afirma o presidente da Federação, Reinaldo Carneiro Bastos. “O Santos vai jogar no estádio em ordem. Quinze por cento do aluguel do estádio, em vez de ir para a Portuguesa, paga para a FPF. Ninguém aumenta sua dúvida, ninguém paga mais do que o normal”, afirmou Reinaldo.

“A Portuguesa não ia usar as cadeiras porque está interditada, e vamos desinterditar e usar sem custo. E o Santos pagaria o aluguel para a FPF para a gente deixar o Canindé em ordem e arrumado. Vamos entregar para o Paulista arrumado, termina assim que quitar o pagamento”, completou.