Rincón bate o martelo e toma atitude impressionante ao lado de Soteldo

O atacante Yeferson Soteldo se tornou embaixador da ONG Refúgio 343, organização que atua no apoio de refugiados venezuelanos no país. Soteldo, por meio de suas redes sociais, irá divulgar e incentivar campanhas da ONG.

Outro venezuelano que se tornou embaixador da Refúguio 343, é Tomás Rincón, o capitão santista seguiu os passos do camisa 10 e também irá atuar na divulgação e incentivo do trabalho da organização na América do Sul.

“A minha história como imigrante e a minha paixão pelo esporte me ensinaram o poder da resiliência e da perseverança. Quero usar minha voz para falar sobre os desafios que as pessoas enfrentam ao buscar uma vida melhor em um novo país. Por isso, estou muito honrado em ser o novo embaixador do Refúgio 343. A empatia e a solidariedade são valores que todos nós devemos abraçar”, disse o camisa 25 do Peixe.

Soteldo e Rincón se juntam para apoiar ONG

Rincón, assim como Soteldo, vive há muitos anos fora da Venezuela e sabe das dificuldades de ser um imigrante, muitas vezes longe da família e em um país com língua estranha. A Gerente de Operação e Novos Negócios do Refúgio 343, Carolina Nunes, comentou a importância de ter Tomás como embaixador:

“Estamos muito gratos com esta parceria, que foi intermediada pelo Soteldo. Vamos aproveitar o apoio dos dois atletas e visibilidade para impactar mais gente e seguir transformando vidas”, comentou Carolina.

Rincón chegou ao Santos há poucos meses e já parece estar totalmente adaptado ao Clube e à cidade de Santos. O camisa 25 é conhecido por sua liderança e, em pouco tempo de Clube, já divide a braçadeira de capitão com o goleiro João Paulo.

Soteldo e Rincón são figurinhas carimbadas nas convocações da seleção venezuelana e, na próxima quinta-feira (12), terão a oportunidade de defender as cores de seu país contra a Seleção Brasileira, na Arena Pantanal, em jogo válido pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2026.