Relembre Santos contra Botafogo, jogo muito polêmico em 1995

Em 1995, Santos e Botafogo disputaram a finalíssima do Campeonato Brasileiro, que ficou marcado por diversas polêmicas de arbitragem. Após uma reviravolta história contra o Fluminense nas semifinais, o Peixe chegava embalado para aquela decisão. Na primeira partida, o Botafogo venceu por 2 a 1 no Maracanã. Apesar da derrota, o Alvinegro Praiano iria decidir em casa, jogando diante de sua torcida no Pacaembu.

No entanto, ambas as equipes empataram em 1 a 1 e o clube carioca venceu o que é até hoje seu único título do Campeonato Brasileiro. No entanto, o confronto foi recheado de lances e jogadas controversas, protagonizadas pelo então árbitro Márcio Rezende de Freitas.

São dois lances que ficaram marcados na ocasião: um gol santista marcado por Camanducaia que foi anulado e o famoso gol botafoguense impedido marcado por Túlio.

O gol de Túlio, considerado o grande nome da conquista do clube carioca, saiu aos 24 minutos da primeira etapa. Após cobrança de falta, o atacante aproveitou uma sobra de bola na área para mandar a bola no fundo das redes. No entanto, Túlio estava em posição irregular, ligeiramente na frente do último defensor santista. O impedimento não foi marcado, e gol foi validado.

Já o gol santista anulado aconteceu no segundo tempo – Marcelo Passos deu um passe para Camanducaia na grande área e o atacante santista marcou o gol. A arbitragem marcou impedimento de Camanducaia no lance, mas após análise no replay, foi possível ver que o jogador do Peixe estava em posição legal. Caso não fosse anulado, este seria o segundo tento do Santos na partida, deixando o placar em 2 a 1 a favor dos mandantes. Consequentemente, este resultado daria o título para o Peixe.

Em contrapartida, a torcida botafoguense também aponta um possível erro que favoreceu o Santos na partida; o gol de Marcelo Passos, marcado aos 46 minutos, teria sido irregular, já que no início do lance, o lateral Marquinhos teria conduzido a bola com o braço.

De qualquer forma, o Santos se abalou com o gol anulado de Camanducaia e não conseguiu impedir o título botafoguense. Oito anos depois, o Alvinegro Praiano voltou a frequentar a final do Campeonato Brasileiro, e desta vez, se sagrou como campeão, em disputa contra o Corinthians.