Quando o Santos levou 8 a 0 da Portuguesa…

Apesar dos conturbados últimos anos, a Portuguesa foi uma verdadeira força do futebol paulista em sua história. No ano de 1955, a Lusa aplicou uma goleada histórica de 8 a 0 no Santos, que ainda estava no processo de “formação” da Era Pelé.

O jogo, realizado no Pacaembu, foi válido pelo Campeonato Paulista daquele ano. O Peixe era líder da competição, e já contava com nomes como Zito e Pepe em seu elenco. A campanha da Portuguesa era bastante mediana, em um time que contava com Cabeção e Brandãozinho como referências.

O Peixe, já treinado por Lula, foi a campo com: Manga; Hélvio e Ivan; Ramiro, Formiga e Zito; Alfredinho, Negri, Del Vecchio, Vasconcelos e Pepe. Já a Lusa de Délio Neves foi escalada da seguinte forma: Cabeção; Nena e Hermínio; Djalma Santos, Brandãozinho e Zinho; Lierte, Ipojucan, Aírton, Zé Amaro e Edmur.

O Santos entrou naquele jogo como grande favorito, mas o total oposto aconteceu. Edmur, Ipojucan, Airton e Zé Amaro marcaram quatro gols para a Lusa apenas no primeiro tempo. No segundo tempo, o domínio continuou sendo do time visitante.

Desta vez, Lierte marcou duas vezes, Brandãozinho fez de pênalti e Edmur finalizou o contador. 8 a 0 para a Portuguesa. O Santos simplesmente não entrou em campo naquele dia, demonstrando quase nenhuma capacidade de reação. Ainda houve mais chances para a Lusa ampliar, que não foram aproveitadas.

A vitória expressiva não foi suficiente para que a Portuguesa reagisse no campeonato. A equipe terminou a competição em quinto, enquanto o Peixe, mesmo com o revés histórico e humilhante, conseguiu se recuperar e conquistou o torneio depois de 20 anos.