Quando o Santos foi eliminado na Copa do Brasil pelo CSA

No dia 22 de abril de 2009, o Santos Futebol Clube sofria um dos grandes vexames em sua história. Naquela data, o alvinegro praiano enfrentava o CSA, de Alagoas, na partida de volta da segunda fase da Copa do Brasil. Vale lembrar que, na época, o CSA não tinha nem de longe a relevância que possui atualmente. Na época, o time alagoano disputava a Série D do Campeonato Brasileiro, além de lutar contra o rebaixamento no estadual.

Já o Peixe tinha nomes no elenco como Kléber Pereira, Léo e Madson, além dos jovens Neymar e Ganso que estavam despontando no time principal da equipe. E mesmo com o favoritismo absoluto, o Santos não conseguiu sair do 0 a 0 no jogo de ida, que aconteceu em Maceió. Desta forma, a disputa foi levada para o segundo jogo.

Na Vila Belmiro, o time comandado por Vágner Mancini foi a campo com: Fábio Costa; Luizinho, Astorga, Fabiano Eller e Triguinho; Pará, Germano, Lucio Flavio (Paulo Henrique Lima), Madson e Neymar (Róbson); Roni (Kléber Pereira). Importante lembrar que Ganso e Kléber Pereira foram poupados para a semifinal do Campeonato Paulista contra o Corinthians.

Já o CSA, treinado por Gilmar Batista, foi escalado com: Jeferson; Juninho Caiçara, Carlos Diogo, Fábio Lima e Marciano (Leandro); Anderson, Jean, Magno e Júnior Amorim; Camilo (Ricardo Miranda) e Fábio Lopes (Fagner). E logo aos sete minutos da partida, Júnior Amorim acertou o gol de Fábio Costa no que foi a única finalização do time alagoano no primeiro tempo. 1 a 0 para o CSA.

A equipe visitante jogou em uma retranca absurda e conseguiu segurar o Santos dentro de sua própria casa. Aos 32 minutos da segunda etapa, Kléber Pereira perdeu um gol incrível de cabeça, na pequena área e livre de marcação. Nos acréscimos, o Peixe ainda marcou um gol com Germano, mas que foi anulado por impedimento. Fim de jogo, Santos eliminado.

Foi um choque enorme para uma grande equipe que estava em fase de ascensão. No entanto, o vexame acabou servindo de lição. Apenas um ano depois, o Santos, com Neymar e Ganso já assumindo papéis de protagonistas, o Peixe se sagrou o campeão da Copa do Brasil.