Pelé encontrou Maradona, mas foi em jogo de adversários do Santos

Pelé e Maradona, dois dos maiores jogadores da história do futebol, nunca se encontraram dentro de campo. Mas fora dele, os dois já viveram grandes momentos. Talvez o principal deles foi o primeiro encontro, que aconteceu no dia 9 de abril de 1979. Na ocasião, Pelé recebeu a lenda argentina no Rio de Janeiro, em episódio que envolveu uma partida entre Flamengo e Atlético Mineiro.

Na ocasião, os dois clubes se enfrentaram em uma amistoso beneficente para ajudar as vítimas das enchentes que assustavam Minas Gerais na época. Pelé, já com 39 anos, atuou pelo Flamengo na partida, ao lado de Zico. Diego Maradona, então com 18 anos, foi um dos vários telespectadores do duelo.

O Rei atuou apenas no primeiro tempo do amistoso, e acabou não marcando nenhum gol. Quem fez a festa em campo foi Zico, que marcou três gols no que foi uma goleada de 5 a 1 para o time rubro-negro. Cerca de 139.953 pagantes estiveram no Maracanã, totalizando uma renda de mais de oito milhões de cruzeiros (moeda da época).

“Muito obrigado, eu vou levá-lo toda a minha vida. Eu assisti ao seu jogo na sexta-feira na TV, e juro que estava muito animado. Meu desejo de conhecê-lo aumentou”, afirmou Maradona após a partida beneficente. O encontro entre “El Pibe de Oro” e o Rei do Futebol aconteceu três dias depois da partida.

“Eu sabia que ele era um deus como jogador, agora sei que também é como pessoa. Ele não é Pelé à toa. Quantos meninos como eu queriam vê-lo, tocá-lo, trocar um par de palavras, e eu tive o privilégio de que até tenha me dado conselhos. Eu vi que Pelé vinha em minha direção e não podia acreditar” completou o argentino.

Ainda em 1979, as duas lendas se encontraram no Maracanã novamente. Desta vez, foi a vez de Pelé ficar nas arquibancadas, já que Maradona estava em campo para enfrentar a Seleção Brasileira, em partida válida pela Copa América daquele ano.