Odair detona CBF ao reclamar de arbitragem

O técnico Odair Hellmann ficou na bronca com a arbitragem depois do empate sem gols contra o Bahia, pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil, na Vila Belmiro. Em entrevista coletiva após a partida, o treinador do Santos sublinhou que não tem o hábito de reclamar de arbitragens, mas salientou que o peixe foi prejudicado pela atuação do Savio Pereira Sampaio e seus assistentes.

“Vou falar fatos: tivemos reunião com a arbitragem recentemente e nos passaram que a linha sobreposta é pró ataque. A linha foi sobreposta no jogo desta noite. Eu nem parei para analisar o lance depois da partida, mas a linha que eles mostraram está sobreposta. Ou seja, era gol legítimo do Santos”, disse Hellmann na coletiva.

“O jogo não andou. Perdeu intensidade em parte no segundo tempo, mas quanto tempo parou? Até o árbitro sentiu lesão. Não estou transferindo responsabilidade. Só estou pontuando situações. Isso tudo é satisfatório para o adversário, que veio buscar isso e conseguiu”, completou o treinador alvinegro.

Santos precisará se superar para bater meta importante

O Santos vai precisar vencer o Bahia na partida de volta pelas oitavas de final da Copa do Brasil, em Salvador, para atingir meta de faturamento estabelecida pelo orçamento do clube para 2023. A vaga para as quartas-de-final vale R$ 4,3 milhões.

A proposta orçamentária de 2023 enviada ao Conselho Deliberativo prevê uma redução de 6,88% no investimento no departamento de futebol profissional em relação ao orçamento revisado de 2022.