Números do Paulistão são divulgados e Santos passa vergonha

O começo de ano não vem sendo nada agradável para o torcedor santista. Ocupando a lanterna do Grupo A no Campeonato Paulista, a equipe comandada pelo técnico Odair Hellmann ainda não apresentou sinais de evolução, e a torcida já perdeu a paciência e vem protestando contra o elenco, e principalmente contra a diretoria, comandada pelo presidente Andres Rueda.

Para piorar, as estatísticas dos últimos estaduais jogam contra o clube: são apenas sete vitórias em 29 partidas disputadas.Foram três triunfos em 2021, três em 2022, e por enquanto, apenas um em 2023, contra o Mirassol, por 2 a 1, na estreia do torneio, na Vila Belmiro.

São mais 12 empates e 10 derrotas no estadual. Ou seja, de 87 pontos possíveis a serem conquistados, o Peixe ficou com apenas 33, representando um aproveitamento de 37%.

Coincidentemente, nas últimas três edições do Paulistão, o Santos tinha os mesmos seis pontos nas cinco primeiras rodadas. Em 2023, possui uma vitória, três empates e uma derrota.

Sem sinais de evolução e clássico a seguir

Em 2021 e 2022, o clube viveu situações muito parecidas, uma vez que diversos treinadores passaram pelo comando da equipe, mas não conseguiram fazer o elenco render. Tanto é que o Santos brigou para não ser rebaixado para a série A2 do Paulista, principalmente em 2022, quando se salvou apenas na última rodada da fase inicial.

Neste sábado (4), o Santos vai em busca de uma redenção no Paulistão e encara o Palmeiras, no Morumbi, às 18h30. O Peixe vai tentar quebrar um tabu negativo de oito partidas sem vencer o rival. A última vitória santista em cima do Alviverde foi em 2019, pelo Campeonato Brasileiro, na Vila Belmiro.