Mesmo com punição, arquibancada da Vila não ficou vazia na vitória do Santos

Nesta quinta-feira (9), o Santos recebeu o Iguatu, na Vila Belmiro, e despachou a equipe cearense por 3 a 0, em confronto válido pela segunda rodada da Copa do Brasil. Apesar de estar jogando com portões fechados e sem público, o Peixe recebeu a visita de dois “torcedores” um tanto quanto diferenciados. Isto porque dois gatos estavam nas cadeiras no horário do apito inicial.

As arquibancadas da Vila estavam vazias por conta de uma punição do STJD na Copa do Brasil. Diante disso, os animais ficaram confortáveis em seus assentos e não foram incomodados por nenhum torcedor, sendo flagrados na transmissão do Sportv.

Sobre a punição sofrida

O Santos recebeu uma punição do STJD em agosto do ano passado, após as partidas das oitavas de final da Copa do Brasil diante do Corinthians. No caso, perdeu por 4 a 0 na ida, na Neo Química na ida, e venceu por 1 a 0 na Vila, não sendo o suficiente para garantir a classificação às quartas.

Diante da revolta com o time, alguns torcedores lançaram rojões em campo. No momento, o goleiro Cássio, do Corinthians, chegou a aplaudir a atitude de modo irônico. Um santista ficou mais revoltado, passou a segurança, invadiu o gramado e tentou chutar o arqueiro. Além da partida em portões fechados, o Peixe também teve que pagar uma multa no valor de R$ 35 mil.

 Jean Pierre Gonçalves Lima, árbitro da partida, disse na súmula que os torcedores do Alvinegro da Vila Belmiro lançaram bombas em campo e que Cássio havia sido agredido.

Ainda no começo da semana, o Santos enviou um ofício à CBF pedindo para que a partida pudesse contar com a presença de mulheres e crianças no estádio. Todavia, o pedido não foi atendido.