Mês de março pode ser determinante para a permanência de Odair no Santos

Após bater por 3 a 0 o Iguatu-CE, na última quinta-feira, na Vila Belmiro, o Santos está classificado para a terceira fase da Copa do Brasil. A partida deu início a um período de quase um mês sem disputar nenhuma partida oficial. 

O período livre irá ser benéfico para o técnico Odair Hellmann ter de fato, tempo para treinar a sua equipe e realizar ajustes pontuais que vem atrapalhando o Peixe neste início de temporada, que variam entre bola parada, entrosamento e variações táticas. 

Embora tenha atuado de maneira segura contra o Iguatu, não dando sequer uma chance ao adversário, o começo de temporada foi muito abaixo do esperado. A equipe foi eliminada na fase de grupos do Campeonato Paulista pelo terceiro ano consecutivo, além de não ter vencido nenhum clássico na temporada.

O comandante santista terá 25 dias livres para corrigir os principais pontos a serem melhorados. Começando com o principal: o sistema defensivo. Dentro dele, a bola parada vem sendo a maior preocupação do treinador, e assombra o time desde 2022. O time sofreu com esse tipo de lance no Paulistão, e tomou seis gols em clássicos vindos de bola parada. 

Para piorar, a equipe vem sofrendo com lesões recorrentes de importantes titulares. Buscando o equilíbrio, Odair vem tentando algumas variações táticas junto aos substitutos dos lesionados, mas até agora não teve sucesso. 

Entrosamento e equipe ideal

A defesa titular ainda segue sendo uma dor de cabeça para Odair Hellmann. Na lateral-esquerda, apesar de Lucas Pires ter tido mais minutos em campo, o treinador prefere seu concorrente Felipe Jonathan, que ficou muito tempo parado após lesão. A dupla de miolo da zaga também foi um problema, visto que mesmo com todos à disposição, o comandante ainda não encontrou a parceria ideal. 

O mesmo ocorre no meio de campo, que conta com a disputa de posição com Dodi, Sandry, Rodrigo Fernández e Alison. O único unânime é Lucas Lima, que chegou através de um contrato de produtividade e já virou titular absoluto. Ele é o líder de assistências de todo o elenco, com quatro passes para gol.