Matemáticos dão a melhor notícia e Santos começa a pular de alegria

Com doses de emoção, o Santos venceu o Grêmio por 2 a 1, no último domingo, 20 de agosto, em jogo disputado na Vila Belmiro (SP), e se aproximou de deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Com 21 pontos conquistados, o Peixe é o décimo sétimo colocado e deu esperança aos torcedores com uma possível saída do Z4.

De acordo com dados levantados pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o Santos tem 42,9% de chance de ser rebaixado. Na rodada passada, a chance era de 55%. Com 20 jogos disputados, o Peixe tem cinco vitórias, seis empates e nove derrotas.

No ranking divulgado pela UFMG, o Alvinegro Praiano é o quarto clube com mais chances de ser rebaixado, atrás apenas de Coritiba, Vasco e América-MG. O Coelho de Belo Horizonte lidera o ranking com mais de 93,3% de chance de cair para a segunda divisão.

Casagrande se pronunciou

Comentarista esportivo conhecido nacionalmente, Casagrande comentou sobre a situação do Santos, que amarga a décima sétima colocação na tabela da Série A. O comunicador afirmou, em participação no programa Cartão Vermelho, do Uol, que o time da Baixada não pode ser rebaixado.

“Eu torço para o Santos não cair, o Santos não pode cair! O Santos tem que resistir esse ano péssimo. Mesmo que se salve na última rodada, que se dane. Tem que se salvar. Deve ter uns oito times disputando para não cair. O Santos é o primeiro (no Z-4) junto do Bahia. O Santos vai disputar um campeonato de oito times. Tem que ganhar do América-MG, Coritiba, Bahia e Vasco. Se vencer, vai pesar os resultados dos times que estão lá em cima. Vai ser muito mal não só para o futebol brasileiro e para o futebol mundial. O Santos do Pelé não pode cair para a segunda divisão, pelo bem do futebol”, disse.