Marcelo Fernandes revela o que prejudicou o Santos durante o clássico

O desempenho do Santos no clássico contra o São Paulo foi aquém do esperado, embalado pela vitória em cima do Goiás, fora de casa, o time de Marcelo Fernandes poderia ter chegado aos 44 pontos, entretanto, o Alvinegro Praiano chegou aos 42 pontos com o empate.

Com uma grande festa da torcida, o Peixe entrou em campo podendo se afastar ainda mais da zona do rebaixamento, todavia, foi o time visitante que tomou as rédeas da partida, o primeiro tempo terminou com o São Paulo tendo 71% de posse de bola e levando muito perigo ao gol de João Paulo, o Santos chegou em alguns contra-ataques, mas não conseguiu incomodar a defesa tricolor. Para Marcelo Fernandes, o motivo pelo mau desempenho de sua equipe é claro: o cansaço.

“Não é desculpa, mas jogar 3 jogos em 6 (dias) é complicado. sentimos. Corremos atrasado. O São Paulo é uma equipe bem treinada e teve um dia a mais de descanso. Não perdemos três pontos, ganhamos um ponto”, disse o treinador.

Marcelo Fernandes enxerga cansaço na equipe do Santos

O Alvinegro Praiano havia vencido o Goiás dois dias antes do confronto contra o São Paulo, já o time da capital paulista havia vencido o Red Bull Bragantino um dia antes. Com o empate entre as duas equipes, o Santos chegou aos 42 pontos, já o Tricolor Paulista alcançou os 46 pontos e se livrou de vez do inédito rebaixamento para a Série B. 

“A gente não trabalha com projeção, é jogo a jogo. Ganhamos um ponto importante, só o Vasco ganhou na rodada, então o ponto foi importante. Acho que nossa equipe sentiu muito a carga física. O São Paulo jogou melhor, precisamos admitir. Nós não encaixamos e, quando conseguimos, voltamos a sofrer na parte física. Estávamos desgastados e isso ajudou o São Paulo. Volto a dizer, um time muito bem treinado. O Santos não faz projeção, não tem número mágico, e hoje ganhamos um ponto importante aqui”, comentou Marcelo.