Mal chegou e já virou xodó no Santos

Recém-chegado ao Santos, o volante Tomás Rincón teve sua estreia com a camisa alvinegra bem avaliada. Com uma boa atuação na vitória por 2 a 1 diante do Grêmio, o venezuelano vem ganhando elogios internamente.

Ele, inclusive, detalhou suas características na coletiva de apresentação, realizada na última quarta-feira, 23, no CT Rei Pelé.

“Tive muitas facetas na carreira, mais de líbero, 8, de cinco… E tento isso, sair com a bola limpa, mudar o lado. Depende de como está a partida, se há espaço como tínhamos contra o Grêmio, no espaço que o Soteldo entrou e causamos perigo. Tentamos nos adaptar às situações”, disse.

Rincón chega com contrato junto ao Santos válido até o fim de 2024. O venezuelano estava sem clube após atuar por 14 anos no futebol europeu, onde jogou na última temporada pela Sampdoria, da Itália.

O jogador de 35 anos, inclusive, fez um grande esforço para vestir a camisa santista. Ele foi procurado por clubes árabes e do México, com propostas financeiras até mais vantajosas, mas preferiu o Peixe por conta da sua história.

Soteldo ajudou na contratação

Reintegrado pelo Santos na última semana, o atacante Soteldo retornou ao time tendo uma grande importância nos bastidores do Peixe. Isso porque ele foi peça fundamental para a chegada do volante Tomás Rincón ao clube da Baixada Santista. Já em solo brasileiro, o novo reforço revelou uma conversa com o atacante santista antes do acerto.

“Falei com o Soteldo, sim. Quando surgiu a possibilidade, falei com ele. Disse que estava contente e eu também estou contente por poder encontrá-lo. E que possamos nos ajudar para colocar o time de volta onde merece estar”, comentou.