Estrela da NFL se derrete por Pelé: ‘Tive muita sorte de conhecê-lo’

Tom Brady é considerado um dos maiores jogadores da história da NFL. Com sete títulos do Super Bowl e uma performance de dar inveja, claramente, um dos melhores vai reconhecer o melhor de todos, que é Pelé.

Em um evento promovido pela XP, o craque da bola oval foi presenteado com uma camisa personalizada do Santos e se derreteu.

A TV Globo pediu para todos os clubes de São Paulo darem presentes para Tom. O Santos foi original e deu uma camisa com o número 12 e escrito “Tom Brady, The Pelé of Football” com uma referência a frase de Milton Neves, de que se alguém era o maior e melhor de sua profissão, seria o Pelé dela.

“Eu tive muita sorte de conhecer ele (Pelé). Encontrei com ele algumas vezes, uma vez no estádio em que joguei por 20 anos. Era um homem incrível, com certeza sentimos a falta dele. Ele era o GOAT (o maior de todos os tempos), era inacreditável”, afirmou Tom Brady, em entrevista.

Você sabe como foi a estreia do Pelé?

A estreia não aconteceu na Vila Belmiro, ou sequer na Baixada Santista. Santo André, no ABC Paulista foi o palco que o Rei começou a demonstrar a sua majestade.

Em 7 de setembro de 1956, o Santos disputou um jogo no Estádio Américo Guazzelli, válido pelo Troféu Independência oferecido pela Prefeitura de Santo André. O convite foi feito ao Santos, o atual campeão paulista na época.

A equipe do Santos, sob o comando do técnico Lula, apresentou a seguinte escalação: Manga, Hélvio e Ivan (substituído por Cássio); Ramiro (Fioti), Urubatão e Zito (Feijó); Alfredinho (Dorval), Álvaro (Raimundinho), Del Vecchio (Pelé), Jair Rosa Pinto e Tite.

O Santos dominou completamente o jogo, marcando quatro gols na primeira etapa. Del Vecchio marcou o quinto gol no início da segunda metade do jogo. Posteriormente, Pelé, então um estreante, entrou em campo. Sua agilidade e habilidade chamaram a atenção, e aos 37 minutos do segundo tempo, ele marcou seu primeiro gol na carreira, após receber um passe de Tite. Esse jogo acabou com a vitória do Santos por 7 a 1 sobre o Corinthians Andreense.