Encerramento da rodada complicou a situação do Santos na Sul-Americana

O tropeço do Santos na Copa Sul-Americana pode custar caro aos objetivos do clube na temporada. Com a vitória do Audax Italiano sobre o Blooming por 2 a 0 tirou o Peixe da zona de classificação do grupo E. O alvinegro agora é o terceiro colocado com 4 pontos conquistados.

Disparado na primeira posição, o Newell’s Old Boys tem 100% de aproveitamento e possui nove pontos. Em seguida, com 4 pontos, o Audax Italiano está indo para a repescagem da competição. O Santos aparece logo depois com a mesma pontuação, mas com um saldo de gols inferior. Por fim, o Blooming ainda não pontuou na competição.

No Chile, pela 4ª rodada da Sul-Americana, o Peixe fará um duelo direto contra o Audax Italiano. Caso o Santos perca a partida, o clube fica em uma situação delicada e dependerá de resultados externos para prosseguir na competição.

Pela Sula, o Santos venceu na estreia o Blooming por 1 a 0, empatou em 0 a 0 com o Audax Italiano e foi derrotado para o Newell’s por 1 a 0.

O Santos volta a campo no próximo sábado pelo Brasileirão contra o Cruzeiro, no Independência, pela quarta rodada do torneio.

Líderes do elenco do Santos perdem a linha com ação adotada pela diretoria

Na partida do Santos diante do Newell’s Old Boys, que terminou com derrota santista por 1 a 0, lideranças do elenco ameaçaram não entrar em campo após ação promovida pela diretoria do Peixe. 20 torcedores do Peixe viajaram junto com a delegação para a Argentina.

De acordo com informações do site Superesportes, os líderes do elenco não gostaram de como a ação foi conduzida pela diretoria. João Paulo, Eduardo Bauermann, Vladimir, Alisson e Lucas Lima protestaram que a presença dos torcedores tiraria a privacidade dos atletas e poderiam haver cobranças aos jogadores durante o voo.