Diretoria não ajuda e Odair tem apenas um caminho no Santos

A diretoria do Santos, em meio a dificuldades financeiras, segue em busca de novos reforços para o restante da temporada. A janela de transferências do Brasil se encerra no próximo dia 4 de abril.  Depois da eliminação no Paulistão, nenhum atleta foi contratado.

Sem nenhum reforço a disposição, o técnico Odair Hellmann está procurando por soluções dentro do próprio plantel santista para resolver alguns problemas que o time mostrou no Campeonato Paulista.

No decorrer da semana, Odair vem testando um novo esquema titular no Peixe, com quatro meio-campistas em um losango. Rodrigo Fernández atuando como um primeiro volante, Dodi e Camacho nos lados do centro, e Lucas Lima perto dos dois atacantes, fazendo a ligação. A dupla de ataque é formada por Marcos Leonardo e Lucas Barbosa.

Odair procura mais poder ofensivo quanto tem a bola, com maior agressividade, dando o suporte necessário para os laterais subirem  ajudarem na construção dos ataques com sete jogadores no total.

No aspecto defensivo, o comandante quer que seus comandados pressionem a saída de bola dos adversários de forma frequente, além de dificultar a construção de jogo pelo meio. Para isso acontecer da forma correta, os dois atacantes devem pressionar a defesa, obrigando a equipe a jogar pelas laterais. 

Na visão de Odair, a execução do plano de jogo daria mais tempo ao time de se organizar defensivamente e recuperar a bola já no campo ofensivo. Entretanto, os treinos vêm sendo muito puxados visando a tática, pois em qualquer erro de marcação, o adversário tem a chance de sair em velocidade em um contra-ataque.

A volta dos lesionados

Além de fazer ajustes no time, Odair vem aproveitando desse período sem jogos para recuperar alguns atletas que estavam no departamento médico. Sandry, titular antes de fraturar a face, voltou às atividades com o elenco. Maicon e Carabajal devem voltar nos próximos dias, visto que estão em fase final de transição para o gramado junto a preparação física.

Lucas Barbosa e Ângelo estão em trabalho de transição junto a fisioterapia, mas devem voltar para a próxima partida, no começo de abril. Por outro lado, Joaquim, Mendoza e Soteldo seguem sem data de retorno confirmada.