Destaque do Santos só marcou gols pela equipe após os 40 minutos do 2° tempo

No clássico SanSão do último domingo (12), a torcida santista cantou um nome pela primeira, o do centroavante argentino Julio Furch, o camisa 11 santista foi o herói da vitória contra o Goiás pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro e está se tornando uma espécie de amuleto do torcedor. 

O argentino marcou três vezes com a camisa do Peixe, todos os gols deram os três pontos para a equipe. O primeiro gol foi contra a equipe do Grêmio, aos 44 minutos do segundo tempo, o tento foi responsável por virar a partida para 2 a 1. A segunda vez que ‘El Emperador’ foi às redes foi contra o Bahia, aos 49 minutos da segunda etapa, Julio aproveitou passe de Joaquim e guardou o gol da vitória. 

O terceiro gol de Furch foi contra o Goiás, o gol contra o Esmeraldino foi muito parecido com o último, o camisa 11 aproveitou escorada de Joaquim e completou para o fundo das redes de perna esquerda, aliás, o atacante santista fez todos os seus gols com a perna não dominante, tendo em vista que o jogador é destro. 

Julio Furch se torna ’12º jogador’ no Santos

Julio Furch chegou ao Santos com muitos olhares de desconfiança, o argentino jogava no Atlas, do México, clube no qual era ídolo. Ao saber do interesse santista, o jogador solicitou que a equipe mexicana rescindisse o seu contrato, dessa forma, Furch chegou de forma gratuita ao Santos. 

O atacante foi contratado para suprir a saída de Marcos Leonardo, entretanto, o camisa nove santista não foi negociado e Furch teve que se contentar com o banco de reservas. 

“O Furch foi uma contratação muito acertada, um jogador que era ídolo no seu clube, veio aqui sem vaidade. Não reclama se joga cinco minutos. Faz tudo com muita vontade. Está junto com todos, está de parabéns, pois trabalha muito para esse momento. Não só o Furch, mas todos que entraram deram conta do recado. Taticamente, o Santos fez uma excelente partida no primeiro tempo”, disse Marcelo Fernandes.