Crise financeira? Santos precisou pegar empréstimo

O Santos vive grave crise financeira na temporada de 2023 e precisou pegar empréstimo bancário de R$ 10 milhões para honras os pagamentos dos salários. A informação consta no último balanço trimestral alvinegro, ao qual o Superesportes teve acesso.

De acordo com o relatório financeiro desenvolvido pelo Conselho Fiscal (CF) do clube, e que será detalhado em futura reunião do Conselho Deliberativo, a diretoria santista resgatou essa quantia por meio de nove movimentações. Na ocasião, o Santos fez “uma captação de R$ 10 milhões (bruto). O valor foi 100% destinado para pagamento da folha salarial do clube”, diz o documento.

O dinheiro conseguido pelo Santos veio de um O funding é um projeto para torcedores com maior poder aquisitivo do Santos levarem seus investimentos para um banco. O Santos escolheu o banco Safra. Esses investimentos feitos pelos santistas servem como uma garantia para o clube possa fazer empréstimos com juros menores do que os praticados no mercado. de torcedores, onde o clube já resgatou R$ 54 milhões.

A expectativa da diretoria do Santos era conseguir ir longe nas competição durante a temporada para ter premiações gordas. Na Copa do Brasil o Peixe foi eliminado para o Bahia nas oitavas de final e deixou de receber R$ 4,3 milhões. Pela Copa Sul-Americana o time está eliminado na primeira fase e não vai receber premiações na próxima fase.

Organizada não quer saber e vai protestar contra o Santos

A Torcida Jovem, principal organizada do Santos, avisou nas redes sociais na última terça-feira (13) que vai convocar um protesto na porta do CT Rei Pelé para cobrar melhores resultados na temporada. O evento foi marcado para o próximo sábado, às 8h30 (de Brasília).

O Peixe não vence há oito jogos na temporada, com quatro empates e três derrotas. Neste período, o time foi eliminado na Copa do Brasil e na Sul-Americana. A saída de Odair Hellmann do comando da equipe é uma das cobranças dos torcedores.