Campeão da América, Zé Love está com depressão

Campeão da América com o Peixe, Zé Love tem enfrentado muitas dificuldades no último ano. Aos 34 anos, o atacante enfrentou o afastamento do futebol, rescisão contratual com o ex-clube, internações no hospital e um diagnóstico de depressão. Tudo teve início quando o atleta se envolveu em uma confusão quando vestia a camisa do Brasiliense.

Em uma partida entre o time de Brasília e o Ferroviaria, pela segunda fase da Série D do Brasileirão de 2021, Zé Love insultou o trio de arbitragem, cuspiu e acertou um chute em um dos assistentes após ser eliminado da competição. O atacante foi punido com 380 dias de gancho (pena foi reduzida para 130 dias), além de pagar uma multa de R$40 mil.

Duas semanas após a suspensão, Zé Love foi internado com fortes dores no peito, ficando na UTI por três dias em decorrência de uma alteração renal. Após a alta, o atacante foi infectado pela Covid-19 e pela Influenza ao mesmo tempo, e teve de ser internado pela segunda vez. Pouco tempo depois de se recuperar, o jogador sofreu com hipocalemia, uma doença que reduz imensamente o nível de potássio no sangue.

E em meio às inúmeras internações, Zé Love foi diagnosticado com depressão. “Eu achava que a depressão era uma bobeira, uma frescura, até o momento em que passei por isso. Pude ver de perto o que é uma depressão. Eu me negava a falar da depressão. Comecei a andar com remédios no bolso para caso tivesse alguma crise”, afirmou o atleta.

Neste período, o atacante rescindiu o contrato com o Brasiliense. Zé Love afirmou que se recuperou da doença está trabalhando para retornar aos gramados. Pelo Peixe, o atacante acumuolou 81 jogos e 26 gols, conquistando a Copa Libertadores e a Copa do Brasil com a equipe.