Ativo do Santos tem o valor reduzido pela METADE

O Santos teve uma surpresa negativa com um dos seus ativos no mercado. Isso porque, dois anos após o seu lançamento oficial, o Token da Vila sofreu uma forte desvalorização e agora é avaliado em metade do valor da oferta inicial.

Em outubro de 2021, o Token foi lançado valendo R$ 50. Agora, em agosto de 2023, custa apenas 25 reais. O projeto, administrado pela Mercado Bitcoin, foi lastreado pelo Mecanismo de Solidariedade da Fifa em 2021.

Até aqui, cada Token rendeu apenas R$ 6,23 aos seus investidores. O valor é resultado das transferências de Alan Patrick, Gustavo Henrique e Yuri Alberto.

Novo mercado

Os clubes brasileiros vem se modernizando em diversas esferas, seja desportiva, financeira ou estrutural. Com isso, o Santos também segue esse caminho e lançou, há algumas semanas, uma novidade para os torcedores.

Trata-se do “Consórcio do Peixe”, que foi desenvolvido com foco nos sócios e simpatizantes e oferece créditos de consórcio de veículos que variam de R$ 36 mil a R$ 422 mil para a compra de carros, motos e até mesmo caminhões. 

A iniciativa é fruto de uma parceria entre Santos e Ademicon, e vai atuar de forma 100% digital. A empresa citada é especialista na área e uma das cinco maiores do segmento no Brasil, incluindo os bancos. De acordo com o informado pelas partes, a intenção é tornar a modalidade financeira uma fonte de receita extra recorrente para o Alvinegro Praiano.

“O Consórcio do Peixe é um projeto construído em conjunto com o nosso parceiro oficial Ademicon, empresa referência no segmento de consórcios e investimentos. Enxergamos a possibilidade de uma relação promissora. Esse projeto reforça a nossa estratégia e objetivos para geração de novas fontes de receita ao Clube”, afirmou Caio Lacerda, Head Comercial do Peixe.