Alexandre Gallo ficou furioso com arbitragem e mandou recado à CBF

O dirigente do Santos se pronunciou após erro grotesco do árbitro na partida contra o Coritiba e avisou que vai até a CBF protestar. O jogo da última rodada contra o Coritiba, ficou marcado por lambança generalizada da comissão de arbitragem.

Na última quinta-feira (26), o Santos venceu o Coritiba por 2 a 1, na Vila Belmiro. Com a vitória o Peixe deixou a zona de rebaixamento e foi a 16ª colocação com 30 pontos, abrindo dois da vantagem do Goiás, primeiro time fora da zona de rebaixamento.

Alexandre Gallo vai a CBF fazer representação

Apesar da vitória, a diretoria do Santos não ficou satisfeita com a arbitragem da partida. O jogo foi marcado por polêmicas dos dois lados, e com certeza influenciou o resultado da partida.

O gol do Coritiba foi de pênalti, em jogada em que Dodô estava de costas e nçao viu a bola bater em seu braço que estava perto do corpo. O VAR chamou o juiz, que decidiu manter a decisão de campo, deixando o Santos furioso.

Além da influência no gol do Coxa, outro lance que gerou reclamação foi em gol anulado de Marcos Leonardo. Enquanto o jogo estava 2 a 1, o atacante fez um golaço à la Pelé. Porém o VAR anulou, e de acordo com o Peixe as linhas traçadas foram erradas, sendo colocado no cotovelo do jogador e não no ombro.

Após o jogo o dirigente do Santos, Alexandre Gallo, falou em entrevista sobre as marcações em que o clube não concorda, e disse que vai a CBF fazer representação contra a comissão de arbitragem da partida:“

O Santos não consegue entender o que aconteceu em relação ao pênalti, que era numa bola saindo da área, nas costas do atleta. O atleta com as mãos para trás. O Santos não aceita e não aceitará esse tipo de lance. vamos fazer uma reclamação na CBF. O pênalti nos frustrou bastante, e também essa linha traçada em cima do Marcos Leonardo no gol anulado. Quero deixar bem claro que o Santos não aceitará esse tipo de situação e vai se colocar em detrimento do que houve hoje. Não aceitaremos esse tipo de erro nessa altura da competição”.