Adversários do Santos definiram seus técnicos para 2023. Veja!

O Santos foi um dos clubes que trocou seu treinador na virada da temporada, contratando Odair Hellmann e realocando o então interino Orlando Ribeiro para as categorias de base novamente. Nesta semana, após o Flamengo anunciar acordo com o português Vítor Pereira, todos os 20 times da Série A do Campeonato Brasileiro foram definidos. Confira:

América-MG: Vagner Mancini (Brasil)

Athletico-PR: Paulo Turra (Brasil)

Atlético-MG: Eduardo Coudet (Argentina)

Bahia: Renato Paiva (Portugal)

Botafogo: Luís Castro (Portugal)

Bragantino: Pedro Caixinha (Portugal)

Corinthians: Fernando Lázaro (Brasil)

Coritiba: António Oliveira (Portugal)

Cruzeiro: Paulo Pezzolano (Uruguai)

Cuiabá: Ivo Vieira (Portugal)

Flamengo: Vítor Pereira (Portugal)

Fluminense: Fernando Diniz (Brasil)

Fortaleza: Juan Pablo Vojvoda (Argentina)

Goiás: Guto Ferreira (Brasil)

Grêmio: Renato Gaúcho (Brasil)

Internacional: Mano Menezes (Brasil)

Palmeiras: Abel Ferreira (Portugal)

Santos: Odair Hellmann (Brasil)

São Paulo: Rogério Ceni (Brasil)

Vasco: Maurício Barbieri (Brasil)

Novo técnico do Santos foi campeão olímpico

Pouco após o fim da temporada de 2022, o Santos Futebol Clube anunciou Odair Hellmann como seu novo treinador. Odair estava sem clube desde que deixou o Al-Wasl, dos Emirados Árabes Unidos, em junho deste ano. O técnico ganhou projeção no futebol brasileiro após conquistar a medalha de ouro olímpica com a seleção brasileira em 2016.

Na ocasião, Odair fez parte da comissão técnica de Rogério Micale, que conquistou o ouro de maneira inédita nos Jogos Olímpicos do Brasil. Antes disso, Hellmann fazia parte da comissão permanente do Internacional de Porto Alegre, trabalhando com nomes como Dunga, Abel Braga, Diego Aguirre e Paulo Roberto Falcão, que é hoje o coordenador de futebol do Peixe e principal responsável pela contratação do treinador.

Em 2018, Odair assumiu a equipe principal do Internacional, dando início à sua carreira como técnico. Em 2020, treinou o Fluminense, e após uma temporada no comando da equipe, se mudou para o futebol árabe, treinando o Al-Wasl, clube que ficou por dois anos.